Domingo, 10 de Agosto de 2008
...

O Céu

O céu colabora na nossa vida íntima, vive connosco, acompanha-nos na mudança do nosso ser; é um confidente, é um consolador; invoca-se, fala-se-lhe. Olhar o céu é, nos nossos climas, uma ocasião de viver: instintivamente, voltamos para ele os nossos olhos. O poeta meridional, cheio de imagens e de cores, contempla-o; o burguês trivial, admira-o; pela manhã, abre-se a janela e vai-se ver o céu! É um íntimo sempre presente na nossa vida; o nosso estado depende dele: enevoado, entristece-nos; claro e lúcido, alegra-nos; cheio de nuvens eléctricas, enerva-nos. É no Céu que vemos Deus... E mesmo despovoado de deuses, é ainda para o homem o lugar donde ele tira força, consolação e esperança. A paisagem é feita por ele, a arte imita-o, os poetas cantam-no.

 

 

Eça de Queirós, in 'O Egipto'

 

 

 

My mood today:

 



Needing sleep

 

 


...:

Publicado por Clementine às 20:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 1 de Julho de 2008
A Lua na Sarjeta - David Goodis

 

 

 

"Na beira de uma viela que dá para a Rua Vernon, um gato cinzento esperava uma grande ratazana sair de sua toca. O rato tinha corrido para uma fenda na parede do barraco de madeira, e o gato inspecionava todos os orifícios, imaginando como o rato tinha conseguido enfiar-se ali. Na escuridão quente e úmida daquela meia-noite de julho, o gato esperou mais de meia hora. Quando foi embora, deixou suas pegadas no sangue seco de uma garota que tinha morrido ali no beco uns sete meses antes.
  Passaram-se alguns momentos de silêncio na viela. Depois, ouviram-se os passos de um homem que vinha devagar pela Rua Vernon. Logo em seguida ele entrou no beco e parou imóvel sob a luz da lua. Olhava para as manchas secas de sangue."

 

 

 

 

 

My mood today:

 
Can not sleep

...:

Publicado por Clementine às 22:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Junho de 2008
Anais Nin

 

 

"Eu quero queimar, mesmo se eu quebrar .

Eu vivo só para o ecstasy. Nada mais me afeta. Pequenas doses, amores moderados - todos estes deixam-me fria. Eu gosto extravagância,  calor ... sexualidade que explode o termômetro! Eu sou neurótica, pervertida, destrutiva, quente, lava-perigosa, inflamável, desenfreada. Me sinto como um animal selvagem que esta a fugir do cativeiro. " 

 

 

 

 

    Anais Nin


...:

Publicado por Clementine às 05:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 22 de Junho de 2008
O Caçador de Pipas

 

 

"Eu me tornei o que sou hoje aos doze anos, em um dia nublado e gélido do inverno de 1975. Lembro do momento exato em que isso aconteceu, quando estava agachado por detrás de uma parede de barro parcialmente desmoronada, espiando o beco que ficava perto do riacho congelado. Foi há muito tempo, mas descobri que não é verdade o que dizem a respeito do passado, essa história de que podemos enterrá-lo. Porque, de um jeito ou de outro, ele sempre consegue escapar(...)"

 

 

 


...:

Publicado por Clementine às 15:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 6 de Junho de 2008
Dies Irae

 

 

"Amanheci em cólera. Não, não, o mundo não me agrada. A maioria das pessoas estão mortas e não sabem, ou estão vivas com charlatanismo. E o amor, em vez de dar, exige. E quem gosta de nós quer que sejamos alguma coisa de que eles precisam. Mentir dá remorso. E não mentir é um dom que o mundo não

 
 
 

 
 
 
Clarice Lispector
 

 

 

 

 

 

 

 

My mood today :

 

 

 
Better not talk   

 


...:
No Play: Nick Cave and The Bad Seeds - Into My Arms

Publicado por Clementine às 19:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 30 de Maio de 2008
A Grande Originalidade

 

É curioso. Só se julga profundo o que disser coisas diferentes de toda a gente. E todavia a grande originalidade está em dizer as mesmas coisas, mas ao nível do espanto e maravilha que nos despertam. Toda a gente sabe que o homem é mortal, mas poucos vêem isso e se espantam de que seja assim. Toda a gente sabe que há bichos e plantas e estrelas e o mais. Mas conhecê-lo ao nível do extraordinário que aí existe é raro como ser doido.
A grande originalidade não é dizer coisas novas mas ser novo diante das coisas velhas.

 

 

Vergílio Ferreira, in 'Conta-Corrente 3'

 

 

 

 

 

 

My mood today :

 

 

 

Really happy


...:
No Play: Muddy Waters - Whiskey Blues

Publicado por Clementine às 01:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 19 de Abril de 2008
Estúpida Coerência

 

Uma coerência tola é o espantalho das pequenas mentes, adorada pelos pequenos homens de Estado, filósofos e sacedotes. Uma alma grande não tem nada que ver com a consistência... Diz o que pensas hoje em palavras duras e amanhã diz o que o amanhã pensar, outra evz em palavras duras, ainda que contradiga tudo o que disseste hoje.

Ralph Waldo Emerson, in "Confiança em si mesmo"


...:

Publicado por Clementine às 04:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008
...

 

Ao examinarmos os erros de um homem, conhecemos o seu carácter .

 

 

 

                     Confúcio
                   China Antiga
                    [-551--479]


...:

Publicado por Clementine às 14:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
O Medo De Nós Próprios
 

 

Acredito que se um homem vivesse a sua vida plenamente, desse forma a cada sentimento, expessão a cada pensamento, realidade a cada sonho, acredito que o mundo beneficiaria de um novo impulso de energia tão intenso que esqueceríamos todas as doenças da época medieval e regressaríamos ao ideal helénico, possivelmente até a algo mais depurado e mais rico do que o ideal helénico. Mas o mais corajoso homem entre nós tem medo de si próprio. A mutilação do selvagem sobrevive tragicamente na autonegação que nos corrompe a vida. Somos castigados pelas nossas renúncias. Cada impulso que tentamos estrangular germina no cérebro e envenena-nos. O corpo peca uma vez, e acaba com o pecado, porque a acção é um modo de expurgação. Nada mais permanece do que a lembrança de um prazer, ou o luxo de um remorso. A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe. Se lhe resistirmos, a nossa alma adoece com o anseio das coisas que se proibiu, com o desejo daquilo que as suas monstruosas leis tornaram monstruoso e ilegal. Já se disse que os grandes acontecimentos do mundo ocorrem no cérebro. É também no cérebro, e apenas neste, que ocorrem os grandes pecados do mundo.

Oscar Wilde, in 'O Retrato de Dorian Gray'


...:

Publicado por Clementine às 18:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Fevereiro de 2008
...

      "  Do rio que tudo arrasta, diz-se que é violento.

 Mas ninguém chama violentas às margens que o comprimem ."

 

 

 

 

                                                                                                           Bertolt Brecht


...:

Publicado por Clementine às 14:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

 

  Estação Café... 



Profile
Myspace Layouts & cursors
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


 Tempo no Café..Sul/ Brasil

Click for Porto Alegre, Brazil Forecast
Post Frescos

...

A Lua na Sarjeta - David...

Anais Nin

O Caçador de Pipas

Dies Irae

A Grande Originalidade

Estúpida Coerência

...

O Medo De Nós Próprios

...

Baú

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008


Links
Pesquisar neste blog
 
ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

todas as tags

  O Que Eu Ando Escutando... 

blogs SAPO
subscrever feeds