Domingo, 24 de Fevereiro de 2008
...

 

 

 

 

“Tristeza é quando chove
quando está calor demais
quando o corpo dói
e os olhos pesam
tristeza é quando se dorme pouco
quando a voz sai fraca
quando as palavras cessam
e o corpo desobedece
tristeza é quando não se acha graça
quando não se sente fome
quando qualquer bobagem
nos faz chorar
tristeza é quando parece
que não vai acabar "

**Marth Medeiros**


...:
No Play: A Fine Franzy - Almost lover

Publicado por Clementine às 19:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008
...
- Detesto a mentira!
- Há um tempo para a verdade e um tempo, não para a mentira, mas para o silêncio.
(Zira/dr.Milo)



_ Uma cama de casal é para dois, mas é a mulher que tem de a fazer todas as manhãs. Temos mãos, mas também temos cabeça. Desafio os homens a que nos deixem usá-la.
(Zira)

** A Fuga do Planeta dos Macacos **


...:

Publicado por Clementine às 14:46
Link do post | Comentar | ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

Na Sua Estante

 

 

Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar, ao menos mande notícias
'Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar a minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se
curam
E essa abstinência uma hora vai passar...

 

 

**Pitty**


...:

Publicado por Clementine às 14:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

...

 

Ao examinarmos os erros de um homem, conhecemos o seu carácter .

 

 

 

                     Confúcio
                   China Antiga
                    [-551--479]


...:

Publicado por Clementine às 14:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

**Lisbon Revisited**

"Nada me prende a nada.  
Quero cinqüenta coisas ao mesmo tempo.  
Anseio com uma angústia de fome de carne  
O que não sei que seja -  
Definidamente pelo indefinido…  
Durmo irrequieto, e vivo num sonhar irrequieto  
De quem dorme irrequieto, metade a sonhar.  

Fecharam-me todas as portas abstratas e necessárias.  
Correram cortinas de todas as hipóteses que eu poderia ver da rua.  
Não há na travessa achada o número da porta que me deram.  

Acordei para a mesma vida para que tinha adormecido.  
Até os meus exércitos sonhados sofreram derrota.  
Até os meus sonhos se sentiram falsos ao serem sonhados.  
Até a vida só desejada me farta - até essa vida…  

Compreendo a intervalos desconexos;  
Escrevo por lapsos de cansaço;  
E um tédio que é até do tédio arroja-me à praia.  
Não sei que destino ou futuro compete à minha angústia sem leme;  
Não sei que ilhas do sul impossível aguardam-me naufrago;  
ou que palmares de literatura me darão ao menos um verso.  

Não, não sei isto, nem outra coisa, nem coisa nenhuma…  
E, no fundo do meu espírito, onde sonho o que sonhei,  
Nos campos últimos da alma, onde memoro sem causa  
(E o passado é uma névoa natural de lágrimas falsas),  
Nas estradas e atalhos das florestas longínquas  
Onde supus o meu ser,  
Fogem desmantelados, últimos restos  
Da ilusão final,  
Os meus exércitos sonhados, derrotados sem ter sido,  
As minhas cortes por existir, esfaceladas em Deus.   "

 

...  Álvaro de Campos  ...


...:

Publicado por Clementine às 13:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2008
...
_ Pergunto-me se, no fim de contas, a vida não será pontuada por pequenos instantes preciosos, e tudo o resto não passará de intervalos entre esses instantes.
(William)

 

** Pintar ou Fazer Amor **


...:
No Play: Enjoy the Silence - Depeche Mode

Publicado por Clementine às 08:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

...

 

 

 


...:

Publicado por Clementine às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008
O Medo De Nós Próprios
 

 

Acredito que se um homem vivesse a sua vida plenamente, desse forma a cada sentimento, expessão a cada pensamento, realidade a cada sonho, acredito que o mundo beneficiaria de um novo impulso de energia tão intenso que esqueceríamos todas as doenças da época medieval e regressaríamos ao ideal helénico, possivelmente até a algo mais depurado e mais rico do que o ideal helénico. Mas o mais corajoso homem entre nós tem medo de si próprio. A mutilação do selvagem sobrevive tragicamente na autonegação que nos corrompe a vida. Somos castigados pelas nossas renúncias. Cada impulso que tentamos estrangular germina no cérebro e envenena-nos. O corpo peca uma vez, e acaba com o pecado, porque a acção é um modo de expurgação. Nada mais permanece do que a lembrança de um prazer, ou o luxo de um remorso. A única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos-lhe. Se lhe resistirmos, a nossa alma adoece com o anseio das coisas que se proibiu, com o desejo daquilo que as suas monstruosas leis tornaram monstruoso e ilegal. Já se disse que os grandes acontecimentos do mundo ocorrem no cérebro. É também no cérebro, e apenas neste, que ocorrem os grandes pecados do mundo.

Oscar Wilde, in 'O Retrato de Dorian Gray'


...:

Publicado por Clementine às 18:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Fevereiro de 2008
..::Promessa::..

 

 

 

Não vejo nada
O que eu vejo, não me agrada.
Não ouço nada.
O que eu ouço, não diz nada
Perdi a conta
Das pérolas e porcos
Que eu cruzei, pela estrada...

Estou ligado à cabo
A tudo que acaba
De acontecer...

Propaganda
É a arma do negócio.
No nosso peito bate
Um alvo muito fácil.
Mira à laser,
Miragem de consumo,
Latas e litros
De paz teleguiada.
Estou ligado à cabo
A tudo que eles tem
Pra oferecer...

O céu é só uma promessa.
Eu tenho pressa,
Vamos nessa direção.
Atrás de um sol
Que nos aqueça
Minha cabeça
Não aguenta mais...

Tu me encontrastes
De mãos vazias;
Eu te encontrei
Na contramão.
Na hora exata,
Na encruzilhada,
Na Highway da
Super-informação.
Estamos tão ligados
não temos o que temer...

O céu é só uma promessa.
E eu tenho pressa,
Vamos nessa direção
Atrás de um sol
Que nos aqueça.
Minha cabeça
Não aguenta mais...

** Engenheiros do Hawaii **



...:

Publicado por Clementine às 15:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

...

      "  Do rio que tudo arrasta, diz-se que é violento.

 Mas ninguém chama violentas às margens que o comprimem ."

 

 

 

 

                                                                                                           Bertolt Brecht


...:

Publicado por Clementine às 14:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

 

  Estação Café... 



Profile
Myspace Layouts & cursors
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30
31


 Tempo no Café..Sul/ Brasil

Click for Porto Alegre, Brazil Forecast
Post Frescos

Frase Filme Jogos, Trapaç...

Stuck in the 80's - Propa...

Stuck in the 80's - Filme...

...

Frase Filme Love & Sex

Where the Wild Roses Grow...

Frase Filme Pulp Fiction

O Primo Basílio

Filme O Setimo Selo

...

Baú

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008


Links
Pesquisar neste blog
 
ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

todas as tags

  O Que Eu Ando Escutando... 

blogs SAPO
subscrever feeds